Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Aquilo Que Não Sai

por Mammy, em 20.12.13

Apetecia-me dizer coisas. Escrever coisas. Escrever, escrever, escrever. Mas as coisas não me saem. Parece que se trancaram cá dentro e não saem. 

Vou enchendo e preciso de explodir. Como um balão que cresce com o ar. Estou um balão de coisas para dizer. Mas no silêncio. O silêncio é o meu ar, agora. E enche-me. Enche-me inteira.

Queria a minha vida em palavras. Palavras belas e feias. E belas e feias. Palavras sem fim. Escrever cada letra e formar palavras, e frases, e textos, e contos, e livros. Livros cheios de ar. Do ar das palavras que o vento não leva. Palavras que ficam. Belas e feias. E lê-las. E não gostar delas. E amá-las. E escrever outras.

Queria um mundo de letras. E mergulhar nas palavras dos livros. Viver em livros e histórias. E em pensamentos de papel. Recortar ideias e sonhos e colá-los no papel. Assim, nesta forma que se lê.

Mas essas coisas não me saem. 

 

publicado às 00:11


4 comentários

De Fátima Bento a 20.12.2013 às 00:30

Sei tão bem do que falas.
E também sei que se teimares, saem. Mas tens de estar preparada para o que sai. Escreve em word, ou não publiques mal acabes, deixa para o dia seguinte.
Isto de ser uma garrafa de 'qualquercoisacom gás' (seja lá o que for, o conteúdo também não interessa muito) é uma coisa que devíamos todas evitar. A morte do meu pai, a seu tempo (mais ou menos um mês depois, parece-me) serviu de catalisador, e agora estou sempre prontinha para chorar - coisa que estive quase 30 anos sem fazer - ou para 'mandar vir' - uma vezes de forma mais assertiva, outras com maior agressividade, que às vezes é a única resposta à minha - nossa- altura.
Atira fora. Seja no teclado, numa folha branca com cores, seja a encher o silencio com notas de musica com dizeres cantados a uma voz a plenos pulmões...
Minha querida, já lá dizia o slogan: se eu não gostar de mim quem gostará? Se não 'tirares para a tua malga', não vais ter forças para encher as dos outros...
Um beijo solidário muito grande!

De Mammy a 20.12.2013 às 00:53

Boas palavras essas, Fátima Bento.
Obrigada.
Bjs

De Maria João Costa a 20.12.2013 às 20:07

"Viver em livros e histórias", adoro! Também eu queria viver assim! Força e só escrevendo é que saí algo! Por isso escrever já é um bom começo para mergulhar nas histórias dos livros!

De Mammy a 21.12.2013 às 01:31

Só que às vezes não sai...

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Visitas