Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Pipi Na Prisão

por Mammy, em 30.06.13
Em conversa pré-sono...

- Mãe, tens calças vestidas?

- Não, J., não vês que estou de saias...

Espreita para verificar.

- Olha mãe, tens umas cuecas às riscas! Parecem aqueles fatos da prisão!

- Sim, o meu pipi está preso, portou-se mal e arranjei-lhe um fatinho da prisão! 

- Eh eh eh eh! E vai ficar sempre preso?

- Oh não, amanhã mudo de cuecas e ele já fica livre outra vez! Ah ah ah!

- Mas se vestires umas cor-de-laranja, como aqueles fatos dos presos americanos, continua preso!

- Oh, não te preocupes porque não tenho cuecas cor-de-laranja.

- Mas o teu pipi vai ficar sempre preso, mesmo que mudes de cuecas.

- Vai?

- Vai, ele está sempre preso a ti, por isso nunca se vai soltar.

- Pois... tens razão. Coitadinho!


Do Google Images

publicado às 23:50

Atenção, Isto É Serviço Público, Ok?

por Mammy, em 30.06.13
Assisti a várias conversas, li entrevistas e artigos de opinião sobre a co-adopção por casais homossexuais e na maior parte destes tenho reparado nos argumentos do "contranatura" e dos "superiores interesses das crianças". "Ah, blá blá blá, não é natural!"; " Ah, blá blá blá, não se está a pensar nos superiores interesses da criança, mas nos direitos DELES." (Gosto deste "deles", que tantas vezes aparece a marcar o distanciamento que quem "luta" pelo natural e pelos "superiores interesses das crianças" gosta de acentuar em relação aos homossexuais. Quando querem ofender os interlocutores são mais acutilantes e usam "os vossos direitos" como se fosse um tiro que desferem nos outros e como se isso automaticamente os ofendesse. Ah ah ah ah, quão ingénuos são!)
Engraçados, estes NÃO-homossexuais que defendem tudo o que é natural e os superiores interesses das crianças! 
Acho-os especialmente engraçados porque defendem que as crianças devem ser educadas por um pai e uma mãe, mas esquecem-se que no meio natural são apenas as fêmeas que criam as crias, e porque também defendem que as avós são melhores educadoras das crianças do que um casal homossexual no qual um dos membros é progenitor da criança. Acho piada à forma como tentam camuflar um preconceito contradizendo-se e pecando pela falta de coerência no(s) discurso(s)! Posso parecer maluquinha, mas diverte-me assistir a estes discursos completamente desarticulados!
E depois ainda há aqueles que vêm com a conversa dos "dados científicos"... "Ah e tal, há dados científicos que provam que os homossexuais tendem a exercer práticas pedófilas!" (Verdade, já li isto algures no discurso de alguém no Facebook!)
Ah ah ah ah ah! Estes, além de preconceituosos, são ignorantes! Desculpem-me que vos diga, mas isto é pura ignorância! Confundir homossexualidade com pedofilia não é de quem domine muito bem o tema, pois não?
Assim, porque penso que será uma mais-valia para todos os não-homossexuais "convictos"* e defensores do "modo natural" e dos "superiores interesses das crianças" assistirem a este vídeo onde os "dados científicos" são realmente baseados em estudos científicos e onde se olha com olhos de ver para os superiores interesses das crianças, e porque, apesar de me divertir, já estou um bocado farta de ler e ouvir tanta barbaridade pegada, achei por bem partilhá-lo aqui.
Let's look at the trailer?

Clicar aqui, please, pois, vá-se lá saber porquê, o Youtube não me deixa partilhar o vídeo de outra forma!
*Gostaram das aspazinhas no "convictos"? Ai, que eu sou tão mazinha!

publicado às 04:51

O Bicho Anti-Modas

por Mammy, em 26.06.13
Chamem-me o que quiserem, mas não suporto modas! Não a Moda, mas as modas...

A Moda, aquela que dita tendências (atenção tendências, não fotocópias) aprecio ligeiramente. Não sou obcecada por estar a par das últimas novidades, nem compro revistas deste tipo amiúde, mas de vez em quando gosto de folhear uma revistinha de moda, ver um desfile ou saber as cores que vão andar por aí na próxima estação. Apesar de nenhuma das tendências da Moda ditar o que visto (já disse aqui que gosto é de me sentir confortável e, como confortável raramente é Fashion, só por mero acaso estarei vestida "à moda") gosto de algumas coisas relacionadas com a Moda. Por exemplo, gosto de fotos de Moda bem tiradas...

Mas as modas (aquelas que não suporto) deixam-me possuída por um geniozinho mau. Calções curtinhos, sapatos com salto de prateleira e ponta virada para o céu, Pedros Chagas Freitas, pulseirinhas com berloques, unhas de gel daqui até à China, Azeitonas a ver aviões, coreanos a fingir que andam a cavalo e livros pseudo-eróticos, não! Já não há pachorra! 

Injectem-me com modas dessas e, desculpem-me, se automaticamente me transformar num bicho.

publicado às 18:58

Sesta ou... ou... Acesteira ou... ou... Ceia?!

por Mammy, em 25.06.13

Após o mimo pré-sono (que hoje não houve tempo para história)...

- Bem, vou-me embora para tu dormires...
- Aproveita e traz-me um leitinho, se fazes favor!
- Um leitinho? Mas acabaste de jantar há tão pouco tempo...
- Mas eu quero ter aquela refeição da noite, a... a... a noitada!
- Noitada?!
- Não, a... a... a sesta!
- Sesta?!
- A... a acesteira!
- Acesteira?!
- Não? A... Como é que se chama?
- A ceia?
- Pois... a ceia!!! Trazes-me um leitinho para a ceia?
- Ok, mas não encho a caneca, que acabaste de jantar há pouco tempo!
- Está bem! Traz-me lá a ceia, se fazes favor!

publicado às 23:18

I'm The Queen of Leon!

por Mammy, em 25.06.13
Tenho dois Kings em casa que só querem ouvi isto:


So... I'm the Queen of Leon!

publicado às 22:18

Adeus...

por Mammy, em 22.06.13
37 anos!

Olá 38!

publicado às 00:00

Whatever

por Mammy, em 19.06.13
Há coisas que me chateiam. Sabiam? Há, na verdade, até há muitas coisas que me chateiam. Uma delas é a publicidade que finge que não é publicidade. 
Uma coisa é a partilha, outra coisa é publicidade camuflada!
Quando encontramos alguém a falar de um assunto que nos é comum, que por exemplo já falámos no nosso blogue, facebook ou whatever, tem lógica partilhá-lo com a pessoa, ou pessoas em questão. Se temos um produto, uma loja, uma arte ou whatever, não tem problema nenhum pedirmos a alguém que o partilhe na sua página, perfil, blogue ou whatever, deixando à consideração do outro a partilha ou não partilha do(s) mesmo(s).
Pessoalmente, tenho muito gosto em partilhar os whatever dos outros e em ajudá-los, no que estiver ao meu alcance, na divulgação dos seus whatever!

Agora, virem para os whatever dos outros fingir que gostam muito, ou impondo a condição que só gostam do nosso whatever se gostarmos do deles, ai isso é que não!
Não me whatevem, ok?

publicado às 01:29

Pág. 1/3



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Visitas