Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O Silêncio de Miguel

por Mammy, em 22.02.13
Ah e tal, coitadinho do Miguel Relvas, que ninguém o deixou falar
Ai não? Alguém lhe tapou a boca? Alguém o mandou prender? Agarraram-no, quando se preparava para falar? Apontaram-lhe uma pistola à cabeça e ameaçaram-no se falasse? 

Nas imagens que vi, não aconteceu nada disso. Escapou-me alguma coisa?

As pessoas mostraram o seu desagrado? Falaram mais alto do que ele? Gritaram? Sim. 
Isso impediu-o de falar? Não! 
Ele podia ter falado, enquanto as pessoas gritavam, não podia? Só não falou, porque não quis. 
Se ele quisesse assim tanto falar, tinha falado, ou não? O barulho apenas poderia impedir que as pessoas o ouvissem. 

Está tanto no direito delas, não o quererem ouvir, como no dele, falar. Ou não? Ou o direito de ele falar é superior ao direito das pessoas de não o quererem ouvir? Ou o direito das pessoas expressarem a sua vontade de não o quererem ouvir é inferior ao dele de se querer fazer ouvir?
Em que é que ficamos? Hã?

publicado às 00:05


Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog